Carnaval: as vítimas do trânsito

Compartlhar:
Publicado em: 03/03/2017    Autor(a): Josiane Benedet
Carnaval: as vítimas do trânsito

Falta de atenção, excesso de velocidade e embriaguez ao volante. Essas foram as principais causas da violência no trânsito nas rodovias de todo o país durante o carnaval 2017, resultando em 140 vítimas fatais. A Policia Rodoviária Federal registrou 1.696 acidentes e 84.876 infrações de trânsito, das quais cerca de 12 mil ultrapassagens indevidas e 6 mil por falta do uso do cinto de segurança.

Embora o número de acidentes tenha diminuído 5,3% em relação ao carnaval do ano passado, o número de mortes aumentou 23, 9% devido a acidentes com vários óbitos.

De acordo com os dados do Instituto Paz no Trânsito –  IPTRAN, em 2016 foram atendidos 281 infratores encaminhados pelas Varas de Delitos de Trânsito, dos quais 163 por dirigirem com capacidade alterada por influência de álcool ou outra substância psicoativa que determine dependência (Art. 306 do Código Brasileiro de Trânsito). Em fevereiro deste ano, 29% dos atendimentos da instituição foram pelo mesmo motivo. Ou seja, a combinação de álcool e volante ainda é uma das principais responsáveis pela violência no transito.

Esses números nos mostram que é necessário muito trabalho de educação, conscientização, fiscalização e rigor nas punições, para que vidas não sejam ceifadas e pessoas não fiquem com sequelas permanentes.